!! ATENÇÃO !!

Atenção: O conteúdo deste site não é recomendado para pessoas sensíveis, com problemas cardíaco e pessoas que não suportam emoções fortes.
O conteúdo deste site é recomendado para maiores de 18 anos, pois contém cenas fortes de terror, violência e palavreado chulo.
Pessoas nestas condições não devem continuar visualizando o conteúdo.

A Spooky Rose não está sujeita à responsabilidade dos mesmos.

Atenciosamente, Joey Spooky Rose.

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

terça-feira, 28 de maio de 2013

O Palhaço de Susy

Susy chegou pontualmente às nove da noite na casa onde iria cuidar de duas crianças, uma de três anos de idade e outra de cinco ano,s enquanto seus pais iriam a um jantar de negócios em uma cidade vizinha.
Depois de dar algumas instruções para a baba, o casal saiu da casa deixando-a com as crianças que já haviam ido se deitar.
Algum tempo depois ela escutou choro de crianças no andar de cima onde ficavam os quartos e foi lá ver o que era. Chegando lá encontrou as duas meninas chorando muito.

-O que foi? -Perguntou Susy.

-Eu não gosto de palhaços. -Disse uma delas estendendo a mão para um canto do quarto.

Susy levou um susto ao ver um boneco de palhaço do tamanho de uma pessoa adulta, sentada em uma cadeira de balanço que ficava no canto do quarto. Segundos após recuperar do susto, ela também ficou com medo, pois aquele boneco era muito assustador. Pensou ela, porque os pais deixariam um boneco tão feio no quarto das meninas. Por fim, ela sentou e cantou canções para as duas, até elas voltarem a dormir. Depois disso voltou para o primeiro andar da casa e foi assistir televisão.

Um estouro acompanhado do choro das meninas minutos depois, alertou novamente a babá. Ela correu para o quarto onde as meninas encontravam-se chorando da mesma forma que antes.
-Vocês tem que voltar a dormir. Ainda estão com medo do palhaço?
-Ele estourou um balão pra nos assustar. -Disse uma delas.

Susy olhou para o chão e viu um balão vermelho estourado. Uma agulhada no estomago a deixou preocupada. Ela olhou para o palhaço mais uma vez e pensou se ele estava em outra posição do que a primeira vez que ela o viu. Ela também ficou com medo e disse para as meninas que iria pedir para os pais virem embora. Desceu as escadas e pegou o telefone que estava na parede, mas estava sem linha. Foi até sua bolsa, pegou o celular e digitou o numero deixado pelos pais das crianças. A mulher atendeu.

-Oi aqui é a Susy, eu estou ligando porque as meninas estão com muito medo. Eu queria saber se eu posso tirar ou cobrir aquele boneco de palhaço gigante lá no quarto delas.
-O que? Nós não temos nenhum boneco de palhaço em casa. -Respondeu a mãe das crianças.
Susy então deu-se conta que não ouvia o choro das crianças e saiu em disparada para a escada. O suor frio descia pela sua testa, seu coração disparado e a boca seca deixou claramente a sensação de pavor que ela sentia naquele momento. Cada degrau da escada parecia ter quilômetros, como aqueles pesadelos que tentamos correr e não conseguimos.

A única coisa que a mãe da criança escutou foi um grito e o telefone caindo no chão. O casal voltou para casa imediatamente e quando chegaram encontraram as duas crianças e a babá mortas. Todas tinham seus rostos pintados de palhaço e um balão de hélio amarrado no braço.



Jack Killer

Autor: Joey Spooky Rose

-Jack Killer


"Toda noite aquele homem sentia seu coração bater tão forte, 
que ele podia ouvir os gritos de sua alma."


Em algum lugar onde ruas de paralelepípedo se encontraram com baixa luz, vivia um homem...
Este homem tinha por volta de quarenta anos de idade e vivia sozinho.
De poucas palavras, fazia poucos amigos. Seu Deus estava pintado em sua mais perversa obra de arte, a "The Child Severed" (A Criança Decepada).
A The Child Severed era um enorme quadro velho, de molduras de ouro e empoeirada.
Sua casa, um casarão antigo e caindo aos pedaços, se destacava naquele estranho lugar.
Homem de poucas palavras. De poucos amigos.
Vivia de sua escrita que pra ele era fracassada, mas as suas histórias de assassinato e horror, eram vendidas facilmente.

-De algum modo as pessoas gostam do horror, da tragédia. Mas como podem temer a própria morte? -Dizia pra ele mesmo, aquele homem que assistia televisão.

Dizia-se que este homem passou por uma trágica experiência, de sua própria criação.
Ficar trancado dentro de um casarão velho, sem contato com outras pessoas, sem contato com nenhum ser vivo, parecia realmente algo além da compreensão.
Porém, ele também optou por viver sem a luz elétrica e passou a viver apenas a luz de velas, o que deixava sua casa um pouco escura.
Essa experiência durou um ano e o enlouqueceu.
A pedido de seu psiquiatra, Jack Killer passou a tomar medicamentos, ele então passou a viver da arte obscura, o que era seu grande fascínio.
Cultos estranhos, pinturas horrendas, escritas de romance trágico, estudos de religiões antigas, demonologia, entre outras coisas bizarras passaram a tomar parte de sua vida.
Suas músicas tocadas por ele em seu piano, eram extremamente mórbidas e pareciam dar prazer a ele, um prazer parecido com o prazer sexual.
Homem de intelecto, Jack Killer gostava muito de músicas clássicas e principalmente de Réqueim, que na liturgia cristã era espécie de prece ou missa especialmente composta para funerais.  Na música, por sua vez, o termo faz referência às composições feitas sobre os textos litúrgicos relatados na primeira acepção, muito embora haja referências ocasionais a outras composições musicais em honra aos mortos.

Em sua casa havia um quarto onde Jack Killer guardava muitas estatuetas de santos e uma bíblia empoeirada, que deixava em cima de uma mesa alta.
O mais estranho é que ele não é religioso e acredita em seu Deus, como uma criança cuja cabeça foi arrancada. Ao redor desta criança, lobos negros com muito ódio. Aos céus cinzentos, corvos que gritavam, gritavam mais alto do que seu próprio coração.
Toda noite aquele homem sentia seu coração bater tão forte, que ele podia ouvir os gritos de sua alma.

Jack Killer era supervisionado e saia sempre na companhia de dois homens de terno preto.
Jack Killer usava uma máscara branca para sair de casa, seus cabelos longos e negros voavam como uma sombra. Jack Killer dizia que sua face não podiam ser vista devido a sua divindade.
Dono de uma mente brilhante, participou de várias apresentações com orquestras, porém, seu estilo vazio e mórbido chamava a atenção das pessoas. Uma atenção que fazia com que todas ficassem longe.
Jack Killer não se sentia sozinho, muito menos triste. Ele não sentia nada e não fazia questão alguma de se socializar.
Jack Killer havia sido internado por três anos, devido há três assassinatos cometidos. Ele foi julgado como insano pela corte. Jack Killer estrangulou sua mulher e dizia que ela havia se transformado em um demônio, cujo vivia a luz do dia como uma linda e elegante mulher, mas que a noite se transformava em um ser horrendo, que queria saborear sua carne.
Seus dois filhos foram assassinados também, Jack Killer havia estrangulado as duas crianças de mais ou menos nove anos de idade e depois de estrangula-las, Jack Killer cortou a cabeça delas.
Quando ele terminou de matar as crianças, a policia entrou em sua casa e o viu no andar de cima, de frente para a escada, ainda segurando as cabeças em suas mãos. Os corpos rolaram pela escada, banhando-a em sangue.
"O corpo das crianças só pararam de rolar quando tocaram nossos pés. O barulho dos corpos rolando foram horrendos." -Dizia um dos policiais, em um depoimento dado na delegacia.

Jack Killer hoje é controlado por remédios e homens fortes vivem como se fossem sua sombra. Jack ainda vive por sua própria arte, o macabro.
Jack Killer fumava muito e de noite, às vezes, tinha ataques, surtos de ódio e medo.
Dizia que os espíritos das crianças riam e cantavam enquanto o espírito de sua mulher o perseguia dizendo o quanto ele poderia ser saboroso.



Sopor Aeternus


Jakyll & Hyde

O Jekyll & Hyde Club é um restaurante temático que fica localizado no coração de Manhattan, próximo ao Central Park, Radio City Music Hall, Rockefeller Center, FAO Schwartz, Carnegie Hall e Times Square.

Idealista, filantropista, homem da ciência, Dr. Henry Jekyll foi tudo isso e muito mais. Dedicou a sua vida ao serviço da sociedade e tornou-se um ótimo médico. Contudo, algo trágico lhe aconteceu, pois sempre fascinado em separar o que há de bom e de mal na natureza humana, tornou-se cobaia de um experimento bizarro numa tentativa de controlar o lado negro da humanidade.

Infelizmente, ele foi seduzido pela sua natureza má e por isso, transformou-se num homem louco e diabólico conhecido como Hyde.

Em 1931, Dr. Jekyll viajou de Londres para a cidade de Nova Iorque, repleta de párias e vagabundos, com o objetivo de prosseguir na sua pesquisa e com esperança de encontrar uma maneira de livrar-se de Hyde. Jekyll formou um círculo próximo de conselheiros e aliados vindo a fundar o Jekyll & Hyde Club.

Jekyll e seus compatriotas juntaram artefatos e troféus das suas muitas aventuras e as suas estórias estão resumidas em placas distribuída pelo clube. Com base em tal enredo - Jekyll & Hyde Club - convida a uma experiência extraordinária.

Jakyll & Hyde


O Jekyl and Hyde é um dos restaurantes temáticos de terror mais legal dos EUA. O restaurante fica em NY.
Dentro do restaurante, a ideia inicial é que você está em um salão de castelo de filme de terror. O restaurante contra com um teatro mostrando uma cena em que um cientista da vida a famosa criatura de Frankenstein. Eu sinceramente preferi outra parte do local. Os bonecos!!!

Todos os quadros e bonecos do salão falam e conversam enquanto você está comendo lá. Pode ter certeza que perto da sua mesa, você terá companhia de alguma criatura bizarra e macabra.
As crianças que não tiverem medo, podem até brincar com um simpático palhaço que tem lá. Ele fica engaiolado e preso numa camisa de força. Para maior segurança das crianças e pessoas que ali frequentam.

MUUUUHHUHUHUHUHUAHAHAHAHAHAHAHAAAAAAA...

Na barra de links logo no começo do blog, temos a opção " Jekyl and Hyde Club, cliquem nesta opção para ver mais fotos. Vejam o vídeo do local, logo a baixo.





Clique no link para abrir uma nova janela do vídeo.

http://www.youtube.com/watch?v=2LpbGAS-OoA

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=BvTZx151Ws8









Postagens

Arquivos do blog